DIRPJ: veja o que muda

Se aprovada, a Reforma tributária deve afetar o Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas 

A Reforma Tributária teve o texto base aprovado na Câmara Federal e segue para o Senado. Se aprovado, o contribuinte que for Pessoa Jurídica também deve ter alterações na Declaração do Imposto de Renda. Mudanças na Tributação dos lucros e dividendos e a alíquota do IRPJ são alguns dos destaques. Confira.

A Isenção sobre Dividendos deve sofrer alterações caso o texto seja aprovado. A proposta  prevê isenção dos lucros e  dividendos pagos por valores mobiliários integrantes de carteira de fundos, independentemente de sua classificação. Além disso, o texto presume que a isenção seja válida para 

  •  Dividendos pagos para empresas brasileiras que sejam controladoras da empresa distribuidora dos lucros
  • Incorporadoras sujeitas ao RET 
  • PJ submetida ao lucro presumido que tenha tido faturamento inferior a R$ 4.8 milhões, entre outras. 

A alíquota também sofre alterações. Para empresas com lucro acima de R$ 20.000,00, o valor passa de 25% de IRPJ para 18%. Para a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), o contribuinte tem a possibilidade de reduzir a alíquota de 9% para 8% mediante a revogação de alguns benefícios fiscais. Outra novidade é sobre o Juros sobre Capital Próprio (JCP). O texto base pode excluir essa modalidade completamente se aprovado. 

O texto ainda pode sofrer alterações no Senado Federal antes de entrar em vigor. A BWA Global vai continuar te atualizando sobre esse e outros assuntos. 

Gostou do conteúdo? Então continue lendo o blog da BWA!

Matéria escrita com conteúdo retirado do comunicado sobre a Reforma Tributária do Bradesco Private Bank.

pt_BRPortuguese